Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Milorde

A máquina de café / O preço do café

Milorde, 04.03.22

coffee-g5fa714f25_1920.jpg

Comprei uma máquina de café, a crédito, para pagar em 3 vezes. Ai, o que seria da minha vida sem um cartão de crédito! Espantem-se, meus caros, eu vivi estes anos todos sem uma máquina de café em casa. De verdade.

Não pensem que é uma máquina de café qualquer. Esta não leva cápsulas mas sim café moído que coloco num manípulo tal e qual como aquelas que vemos na cafetaria mas em versão mini. Assim serei mais amigo do ambiente e pagarei muito menos pelo meu café. Sempre a pensar em economizar.

Já repararam no preço do quilo de café que vem em cápsulas? É mais do triplo. Reparei que algumas marcas, com aquelas cápsulas em alumínio de ouro com um café suave e blá blá blá, vendem a 60€ o quilo de café! Um absurdo.

Então, se eu compro uma embalagem de café moído de 250 gramas por menos de 2€, fazendo as contas pago pelo meu café cerca de 8€ o quilo. Uma grande diferença, não é?

Os meus conselhos para hoje: Leiam bem os rótulos, façam as contas, e economizem o mais que puderem, porque isto nao está para brincadeiras!

 

O laboratório X

Milorde, 02.03.22

pill-g9b345b146_1920.jpg

Ontem fui à farmácia aviar uma receita habitual. Disse que queria o medicamento do laboratório X, o mesmo de sempre, e tive como resposta:

- Ah, não sei se tenho desse laboratório! - Assim de maneira fria, quase arrogante.

Afinal tinha e tive a sensação que aquilo lhe custou a engolir. Disse-lhe que certa vez, quando o tal medicamento do laboratório X esgotou, experimentei um outro e que não me senti muito bem, tive alguns efeitos secundários diferentes, e que a minha médica sempre me aconselhou a tomar do mesmo laboratório. Expliquei isto tudo de forma educada para que ela me compreendesse, porque os farmacêuticos também têm este papel de compreender a dor dos outros, literalmente.

- Sabe, se cair num hospital, dão-lhe o medicamento de qualquer laboratório! - Outra resposta no mesmo tom.

Com tudo isto, o que eu gostava de saber era se os farmacêuticos ganham mais, ou menos, tal como uma comissão igual aos vendedores de porta em porta, ao venderem medicamentos de certos laboratórios, porque isto já me aconteceu diversas vezes e em farmácias diferentes.

Quando digo que já experimentei de outro laboratório e que o mesmo medicamento provocou-me efeitos diferentes que o habitual, alguns farmacêuticos dizem que: "sim, isso é possível". Outros engelham o nariz e dizem: "isso é impossível!" Nunca chegaremos a um consenso nesse sentido porque cada pessoa reage de forma diferente a cada medicamento, a cada situação, até mesmo a certos alimentos.

Então, sejamos um pouco mais humanos, por favor!

 

Frio

Milorde, 21.02.22

soap-bubble-g28190c0c5_1920.jpg

Ao domingo a Maria diz que não quer cozinhar. É o seu dia de folga, diz ela e eu não poderia estar mais de acordo porque a mulher bem o merece. Então, como já é habito em todos os domingos, vamos almoçar a um restaurante e desta vez escolhemos um bufete a peso devido à variedade de comida que o restaurante oferece e assim cada um come o que quiser.

"E então, almoçaram bem?" - perguntam vocês. Para responder com sinceridade digo que: não muito bem. Como na maioria dos restaurantes que já frequentei, a comida é servida praticamente fria! É impressionante a quantidade de vezes em que isto me acontece em Portugal. Em países como a França, Bélgica, Suíça, etc., os pratos ou as travessas em que é servida a comida são devidamente aquecidos, para que quando o prato chega ao cliente o mesmo esteja quente. Já para não falar que estávamos com frio dentro do restaurante, a Maria nem sequer despiu o casaco para almoçar.

O mesmo acontece com as casas. Ainda no outro dia vi uma notícia na televisão que dizia: "morre-se de frio em Portugal". Isto é uma vergonha! Porquê? Porque as casas não estão devidamente isoladas, porque não é obrigatório pela lei que a casa tenha aquecimento, porque é permitido alugarem-se casas que não têm as mínimas condições. É o tal "quem está mal, muda-se!" Varremos os problemas para debaixo do tapete.

Eu tenho aquecimento em casa, aquecimento a gás, mas não me atrevo a ligá-lo! Iria consumir uma botija de gás por semana, e ao preço em que está cada botija... feitas as contas eu não ganho o suficiente para pagar o meu aquecimento.

Também tenho um pequeno aquecedor a eletricidade mas só o ligo quando está mesmo muito frio, por uns 15 minutos para ambientar um pouco, pois ainda me lembro quando o deixava ligado por mais tempo e tive que pagar 80€ na fatura no final do mês.

Sejamos fortes!